A importância de ter um local em casa para conversar com Deus

Num mundo poluído energeticamente como o que vivemos, é de fundamental importância que tenhamos em nossa casa um local para sentar, nos acalmar e conversar com Deus. Nesse exercício de meditação, procuramos acalmar os nossos pensamentos, através da busca de um silêncio interior ou de mantras, que podem ser as orações tradicionais (Pai Nosso, Ave Maria) ou afirmações, decretos, sons, etc.

O que importa é, pelo exercício freqüente dessa prática, procurarmos nos libertar gradativamente do comando do nosso pensamento, que nada mais é do que um instrumento do nosso Ego para atender os seus próprios desejos e anseios, em sua maioria ego-ístas. Qualquer pensamento que comece pela palavra “Eu” ou que tenha uma forte conotação de “Meu” e “Minha” é, em si, falso e enganoso, embora pareça real e verdadeiro. O nosso Ego é uma criação da nossa persona, para orientar o seu rumo na vida, um rumo geralmente cego e sem sentido. E o pensamento faz de tudo para que permaneçamos nesse rumo, acreditando e nos fazendo acreditar que somos nós que estamos pensando e querendo coisas, ansiando por aquelas coisas, que nós é quem somos ansiosos, impacientes, angustiados, tristes, magoados, abandonados, quando, na verdade, é a nossa persona que se sente assim e através de seu representante, o Ego, nos transmite isso, parecendo que somos nós, o que não é assim.

Qual a importância de ter em casa um local onde sentar comodamente ou deitar, relaxar, acalmar os pensamentos da minha persona e procurar Me encontrar? É de saber onde Eu estou. Certamente estou na minha persona, mas ela é apenas uma parte infinitesimal de mim, de 1 metro e 70 centímetros. Como acesso o restante de Mim? Como consigo me libertar do domínio que o Mauro exerce sobre Mim? Como consigo fazer com que o Ego atual Me obedeça? Os meus pensamentos, sendo oriundos do Mauro, não irão colaborar em nada para isso. Preciso me libertar desses pensamentos, preciso parar de pensar, não querendo parar mas, sim, não querendo nada. Como isso é possível?

Um local em casa, bonito, calmo, silencioso, confortável, onde o Mauro possa ficar de vez em quando, aprendendo a parar de pensar, pode fazer com que, aos poucos, ele comece a se libertar de si e consiga ir Me encontrando. Eu estou aqui em cima, ele precisa subir até aqui, e essa subida não é difícil, trabalhosa, árdua, pelo contrário, é como um balão. Quanto mais leve, mais sobe. Onde está o peso que impede a subida? Nos pensamentos e nos seus representantes emocionais, os sentimentos. Onde está a leveza que permite a subida? No não-pensamento.

Num local assim, onde possamos permanecer algum tempo não-pensando, não-querendo, não-desejando, podemos nos libertar, dia-a-dia, de nós mesmos, dos nossos pensamentos, dos nossos sentimentos e irmos nos endereçando para um local muito mais arejado, mais leve, onde tudo é diferente, onde se começa a sentir paz e conforto e onde podemos encontrar Deus com mais facilidade. Deus está em tudo, mas em locais assim podemos percebê-Lo mais facilmente. Ali está a alegria, a felicidade, a bem-aventurança, a serenidade, ali acabam-se nossos problemas, terminam nossos sofrimentos, encerram-se nossas dores. Ali nós suspiramos profundamente e nos entregamos.

Onde está o sofrimento? Parece que está nas coisas, no que aconteceu ou está acontecendo conosco, no que queríamos e não temos, no que tínhamos e perdemos mas, se examinarmos bem direitinho, de cima, o sofrimento está no nosso pensamento, em como vemos, percebemos e assimilamos o que nos causa sofrimento. Geralmente confundimos as coisas com o nosso pensamento a respeito delas e não é a mesma coisa. Como diz um dito popular: “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!”. Eu perco algo muito importante e isso me causa um enorme sofrimento. Onde está o sofrimento? Na perda ou em como eu penso isso?

A perda é a perda, o sofrimento está no meu pensamento a respeito dessa perda. Se eu não posso fazer nada em relação à perda, existe uma saída! Eu posso mudar meu pensamento a respeito dela! Mas isso vai depender de quem está comandando o pensamento sofredor: a minha persona ou Eu. A minha persona sofre porque perdeu algo ou alguém, Eu nunca perco nada.

Por que nunca perco nada? Porque Eu nunca tive nada, quem tem coisas é minha persona. Quando morre o pai do Mauro, o que aconteceu? O Mauro perdeu o pai, Eu não tenho pai. O Mauro ficou sem pai, Eu estou junto com aquele Espírito que tinha o rótulo de pai do Mauro, o Mauro ficou só, triste, eu me sinto bem, estou junto com quem foi seu pai. O Mauro sofre, Eu observo seu sofrimento. Ele não entende por que isso aconteceu, por que tinha de perder seu pai. Eu sei.

Se o pensamento (e os sentimentos) estiverem sob o comando do Mauro, ele padecerá de um sofrimento muito maior do que necessitaria, por um tempo muito maior do que deveria. Se o Mauro tiver um local em casa para meditar (parar de pensar), Eu poderei assumir o comando e transmitir a ele o que Sei, o que ele precisa lembrar, o que deve entender, a respeito de Vida, de Morte, de Impermanência, de Desapego, de Libertação, de Felicidade. O Mauro pode não me escutar e continuar sob o comando do seu próprio pensamento e dos sentimentos que advém desse comando, afundando na tristeza, na depressão, na saudade. Pode estragar sua encarnação por isso e até suicidar-se, literalmente ou através de uma doença grave e, enquanto isso, Eu aqui de cima fico observando, aguardando quando ele irá abrir mão do comando e Me passar essa tarefa, para que Eu possa falar com ele, explicar-lhe tudo, ensinar como as coisas são e, sob Meu comando, amenizar sua dor, libertar-se da auto-piedade egoísta e do sofrimento egocêntrico e infantil.

Daí a importância de termos um local em casa para, diariamente, nos acalmar, conversar com Deus e encontrar nosso Eu.

Anúncios

9 respostas em “A importância de ter um local em casa para conversar com Deus

  1. Bom dia Mauro!

    Parabéns pelo texto leve e tocante sobre o espaço para conversar com DEUS.
    Eu tenho um lugar assim na minha casa…por vezes esqueço de ir até lá, na correria do dia-a-dia…e me perco!
    Mas quando lembro que este espaço existe para que eu possa fazer o contato verdadeiro com a minha alma que tudo sabe e pode me ajudar a entender qualquer processo que eu esteja vivenciando…ai…eu corro para lá…e fico quietinha, silenciosa…acendo um incenso…as vezes uma vela…e fico lá parada, sentindo a MINHA GRANDE PRESENÇA…que não se abala com as histórinhas da vida da encarnação da Jussara.
    Foi gratificante ler este texto agora de manhã…pois foi exatamente o que eu estava pensando em fazer!!!
    então…um grande abraço para vc.

    Jussara Mattos

  2. Adorei o incentivo de termos um cantinho em nossa casa para meditar …
    acredito que é um grande começo de libertação …
    estou planejando um recanto em minha casa, mas enquanto espero medito na cama , o importante é começar… sou leitora de seus livros…

  3. Olá Mauro,

    tenho praticado em casa Meditacao Transcendental, me conecto com meu Eu verdadeiro, tenho me dado muita paz, equilibrio ate mesmo em meus sonhos.

    Muito inspirador seu artigo, parabens por passar mensagens tao positivas para as pessoas que as buscam.

    Obrigado, abraco.

    paz

  4. Olá, Mauro.
    Vim conhecer teu blog e fiquei surpreendida, maravilhada e com muita vontade de também me encontrar, deixar meu verdadeiro eu no comando. Só não sei por onde começar pois estou ainda sofrendo com a morte inesperada de minha mãe.
    Vou voltar aqui muitas vezes em busca de informações… tenho vontade de mudar .
    Abraço e muito obrigada.

  5. Oi Mauro,é sempre um grande aprendisado ler o que você escreve,sempre cresço um pouco mais quando paro para prestar atenção em suas dicas.A respeito do cantinho para meditar tenho um,é o conforto de minha alma.Agradeço a Deus a oportunidade de comhecer teu trabalho e com este mudar tudo em mim.Abraço,muita Paz e Luz.

  6. Realmente Impressionante .

    liguei o computador atrás de uma idéia para otimizar um espaço que tenho para fazer justamente este cantinho de “não pensar” mas resolvi dar uma olhada no seu site e encontro este texto.
    parabéns Sr. sintonia.
    Um forte abraço
    Jane

  7. Mauro,

    Todas as suas matérias tem tocado meu coração de uma forma surpreendente.
    Meu cantinho de orações está sendo preparado, embora eu já venha praticando a meditação no meu quarto, devido a reforma da minha casa, que deve terminar em breve eu espero.
    Um beijo n´alma!
    Carla Gandini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s